Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \16\UTC 2009

>

Paraaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!! Para tudo agora!!! Minha filha, só tenho uma coisa para te dizer: Helloooowwwwww! Mas antes de dizer mais qualquer outra coisa, quem se lembra do desenho Lippy & Hardy, onde esta hiena tapada sempre estava reclamando da vida?

Agora, voltando!! Gente, me explica o que é isso? Em pleno dezembro, às vésperas do natal e blah tem gente reclamando da vida?! É fato que tem quem reclame de tudo o tempo todo, mas faça-me o precioso favor! Que isso?

Enquanto escrevo aqui, no intervalos da novela da minha vida, não tenho como não estar gargalhando. Mas não pensem que estou rindo da desgraça dos outros… longe disso!!! A questão é que tem gente precisando de uma injeção de ânimo com um antídoto contra a Síndrome de Hiena (não sei se isso existe, mas inventei agora.. hahahahaha).

Tem gente reclamando que o ano passou rápido, outros que o ano passou devagar, mais alguns dizendo que 2009 foi uma grande M. (com M maiúsculo), dezenas reclamando de dívidas (mas para a cervejinha de findi todo mundo arruma!)… e bla e bla e bla. Vocês, reclamões de plantão, não acham que está mais do que na hora de fazerem uma retrospectiva 2009? Eu dou minha cara a tapa se não vão encontrar momentos especiais, divertidos, conquistas, sucessos e um bando de coisas boas. Claro que as ruins existem também, e não teria graça se a vida fosse um mar de rosas… Mas ela também não precisa ser um mar de espinhos.

Acorda pra cuspir!!! Levanta e vai dar uma lavada no rosto, se olhar no espelho e sorrir… vamos parar de só observar as rugas de preocupação, porque até para elas existem alguns cosméticos que podem ajudar. Tudo tem solução. Se da próxima vez que eu perguntar, “e aí, como está? Quais são as novidades?” vierem desfiando o rosário e se encostando em uma muralha (da China não!) de lamentações, ficarei muda e fazendo cara de paisagem. Sejam agradecidos pelas dádivas da vida… procurem compartilhar mais sorrisos e abraços, carinhos e apertos de mão. Afinal, todos nós temos várias coisas para reclamar.

Hoje eu tenho uma reclamação básica: a falta de educação no trânsito, tanto no que refere aos motoristas quanto aos pedestres que nem para atravessar a danada da rua olham para os lados. Mas o que eu posso fazer como motorista? Ficar atenta!! Por mais situações desgastantes e irritantes que vivenciamos a cada dia, é preciso manter o controle e focar no positivo.

Todo mundo tem um “Hardy” escondidinho (ou não tanto) em seu interior e sei que tem horas que ele dá o ar da graça, mas são nesses momentos que devemos respirar e olhar o lado bom da vida, porque todo santo dia existe algo que nos faça sorrir.

Puxão de orelha bem carinhoso: Parou com a palhaçadaaaaaaaaaaaaa!!! Up up up… olha para cima, mas de vez em quando dê uma olhadinha para baixo, porque sempre tem um obstáculo ou outro que precisamos desviar, mas nada que possa estragar a maravilha do seu dia!!!!

E… coloca um sorrisinho neste rosto!!!!

Anúncios

Read Full Post »

>

Primeiro quero dizer que tudo o que escrevo aqui é opinião minha. Além do mais, passo longe de ser uma expert em twitter.

Para ser franca, a primeira coisa que me atraiu neste veículo foi o passarinho azul fofíssimo que está sempre ganhando novas roupagens. Tem outros bichinhos também, mas o pássaro é o principal. Não sei se a intenção foi esta, mas remete a uma espécie de pombo correio moderno, onde o recadinho vai “surfando” pela net.

Quando começou essa febre, eu meio que dei uma de “maria vai com as outras” e fiz o meu. Não tinha a mínima noção para o que servia, o objetivo real da coisa. Tanto que eu fiz e acabei esquecendo o meu login e senha, o que me fez desistir… (provavelmente ainda está lá sem nenhuma atualização sequer… rs).

Eu achava o twitter completamente inútil. Mas acho que tive essa primeira impressão pelo fato de “seguir” pessoas erradas. Quando eu digo isso, quer dizer que, a maioria das pessoas que eu seguia estavam ali de bobeira, para falar banalidades e não me interessava muito isso. Eu até que tentei falar umas besteirinhas por lá, mas era tão sem graça tudo aquilo, realmente inútil.

Daí eu acabei fazendo outro twitter pra mim, pois percebi que poderia ser interessante para quem tem negócios, especialmente, negócios on line. Além de ser muito bacana seguir as atualizações de lojas, sites interessantes, blogs de conteúdo, etc. Sendo assim, quem não tem muito o que “falar” no twitter, pode se inscrever para acompanhar todas essas informações curtas dos sites e comércios que sejam interessantes.

Tomei gosto por “twittar”… todos os dias eu deixo a página abertinha aqui e vou acompanhando o que acontece. Neste meio tempo, também posso deixar recados para os meus clientes e interessados sobre as atualizações da minha loja, postagens de encomendas, dicas interessantes, etc.

Toda ferramenta pode se tornar útil dependendo da forma com que é utilizada.

Porém, existe uma enxurrada de “twitts” inúteis ainda. Do tipo: “Agora vou tomar banho para ir para a faculdade”… tá, e daí? rs… ou “Estou com sono!”… oras, vai dormir então!… Até mesmo as lojas e negociantes que usam a ferramenta precisam saber usá-la de maneira sábia, porque ninguém merece ler frases repetidas o tempo todo e ter sua página inicial repleta delas, soterrando outras que também são interessantes e acabam passando despercebido.

Sendo assim, quem não experimentou ainda eu aconselho a experimentar. Seguir quem realmente interessa, promover posts bacanas em seus blogs para que mais pessoas possam lê-lo, e por aí vai. Todo mundo está sempre em busca de algo relevante para ler ou saber e o twitter é um canal legal para isso.

Obviamente que cada um tem suas motivações para usar o twitter… sejam motivações pessoais, profissionais, etc. Então, para mim, o twitter se tornou uma ferramenta quase que indispensável tanto para o meu negócio quanto para encontrar pessoas e assuntos que valem à pena. Muitos sites e lojas virtuais fazem promoções bacanérrimas através do twitter e, geralmente, essas promoções são direcionadas para quem o utiliza. Vale a pena ter um e ficar sempre atualizado do que anda rolando internet a fora dentro dos temas do seu interesse.

Faz o seu! E não esquece de me avisar, pois vou querer te seguir! rs

Read Full Post »

>Carta ao amigo ♥

>

Caro amigo de jornada,


Por mais que eu ame você, infelizmente não posso compartilhar todos os momentos da sua vida, ou pelo menos, alguns dos quais você gostaria que eu estivesse presente.
Todo mundo é diferente, por mais que pareçamos tão iguais!
Todo mundo tem problemas e formas distintas para lidar com eles.
Todo mundo tem seus dias de aperto, dias que reservam para ficar consigo mesmos, dias que a vida parece dar um nó.


Querido amigo, quando ficamos sem nos falar e você não pode ao menos me telefonar, eu compreendo. Nunca penso que você se esqueceu de mim ou que está de mal comigo. Sei que quando a gente se torna adulto, muitas responsabilidades vêm nesse pacote e precisamos assumi-las. Da mesma forma, quando você me diz que eu sumi, que não apareço mais, que não ligo mais, entenda que certamente não foi possível estabelecer o contato por motivos, muitas vezes, alheios à minha vontade. Mas penso em ti com carinho… Você não sente daí?


Sabe, meu amigo, o meu estilo de vida não é tão comum e já conversamos sobre isso inúmeras vezes. O tipo de trabalho que escolhi desempenhar me toma um tempo precioso e, pode ter certeza de que eu sei que preciso reservar espaço na minha vida para os meus estimados amigos. Sinto falta de reencontrá-los e trocar idéias, sinto falta de abraçá-los… É por isso que todos os nossos encontros se transformam em festa. Não é bom?


Saudade nem sempre é algo ruim, isso dá para perceber quando nos reencontramos. Você não acha?


Quero dizer que, muitas vezes, me sinto sufocada em uma saia justa quando você me liga e praticamente exige que eu te procure. E fico triste quando ouço as frases que você despeja do outro lado da linha insinuando que não somos mais amigos pois há tempos que não nos vemos ou falamos. E tudo parece ser exclusivamente minha culpa. Não me culpe!


Eu gostaria que você compreendesse que amizade de verdade é maior do que tudo isso. Não me exclua pelo fato de eu não conseguir estar sempre presente. Talvez você tenha optado por uma vida mais tranquila, o que acho difícil, já que a maioria das pessoas hoje em dia trava maratonas contra o relógio. Acho que, de repente, a profissão que escolheu, tendo horários fixos de entrada e saída, facilite um pouco o seu cronograma o permitindo aproveitar mais a companhia dos amigos. Desculpas se talvez você pense que eu escolhi a profissão errada, mas gostaria que ficasse feliz por mim, por eu ter me “encontrado” no que faço hoje. E já falamos sobre isso muitas vezes, que para realizar alguns sonhos precisamos abrir mão de algumas coisas. Mas, não pense jamais que eu abri mão de você e da nossa amizade… não mesmo.

Amigo, quando você me liga convidando para sair e eu digo que não posso, é porque não posso mesmo. Se me conheces de verdade sabe que não sou do tipo que inventa desculpas. Já percebi que, algumas vezes, você se despediu ao telefone com uma voz de decepção pela minha recusa, até mesmo imaginando que eu não gostaria de vê-lo… não é a realidade!


Perdão se ainda não fui visitar o seu filhinho que nasceu. Desculpa se as minhas férias não coincidem com a sua e se eu preciso trabalhar em alguns finais de semana. Eu procuro sempre fazer o meu melhor e, muitas vezes, dar o melhor de si é cansativo demais.


Confesso que a sua cobrança por atenção me incomoda, pois faz eu me sentir impotente por não conseguir estar em diversos lugares ao mesmo tempo. Lembra que o nosso ritmo de vida é bem diferente? Precisamos lidar com isso.


Neste momento, o que eu mais desejo que você saiba (e tenha certeza) é que sempre existirá um lugar reservado para você no meu coração e nos meus pensamentos. E o que eu mais preciso é que você me compreenda. Porém, se durante as suas reflexões você achar que a nossa amizade não vale mais o investimento, eu compreenderei. Acredito que talvez seja justo, já que não tenho o poder de ser onipresente.


Pode ser que todas as minhas escolhas sejam erradas… Pode ser que algum dia eu perceba que não valeram a pena… Mas são as minhas escolhas. Eu respeito as suas e apesar de sentir falta de você, jamais gostaria de deixar de ser sua amiga, embora não dependa só de mim. Eu continuarei lhe oferecendo sorrisos e o meu ombro quando precisar desabafar e, uma das coisas que venho buscando ao longo do tempo, é aprender a arte de conseguir abraçar o mundo e lhe dar toda a atenção que você merece. Utopia, eu sei… Mas não custa nada tentar.


Abraços daquela que nunca deixou de pensar em ti!

Essa carta não é endereçada a uma pessoa especificamente. Ontem eu recebi um telefonema que me deixou feliz e ao mesmo tempo sem graça. Estou num ponto em que me vejo tendo que me justificar pelas minhas faltas e, nem eu mesma aguento mais ouvir a minha voz dizendo praticamente a mesma coisa. Isso me faz refletir todos os dias no fato de que eu preciso dar um jeito de conseguir esticar o meu tempo e também poder dar a atenção merecida às tantas áreas de minha vida. Mas tem horas que é um estresse danado administrar isso.

Quando a energia do novo ano começar a despontar na noite do dia 31, um dos meus pedidos para o próximo ciclo é justamente esse: conseguir arrumar a vida de forma a me dedicar aos prazeres simples e importantes da vida, que é estar junto aos amigos. Dedicar um tempo a eles, dedicar mais tempo à família, dedicar mais tempo a mim mesma, pois o ser humano não vive só de trabalho.

Porém, meu negócio ainda é muito jovem e, neste momento, precisa de uma dedicação maior. Eu sei que chegará em um estágio que eu vou conseguir me multiplicar e dar conta de mais afazeres, sem precisar de tanto estresse e cansaço. Eu estou batalhando por isso e esta é a minha meta. Mesmo porque não é nada saudável se enterrar em trabalho e deixar de lado o mundo lá fora.

O que eu peço é só um pouquinho mais de tempo até que tudo se ajuste… e me deixa triste ver que algumas pessoas não compreendem. Por mais que eu queira preservá-las ao meu lado, mesmo que distante, não posso exigir que me esperem. Sendo assim, a vida vai selecionando os que desejam ficar e os que desejam partir.

Aos que ficam, minhas lágrimas de emoção e agradecimento. Aos que estão partindo, meus desejos sinceros de boa sorte e também agradecimentos pelos bons momentos que compartilhamos. Quem sabe algum dia nossos caminhos se cruzarão novamente? Eu torço que sim!

Feliz quarta-feira!

Read Full Post »

>

Eu já estava me preparando para deixar o computador e recomeçar a trabalhar, mas quando me levantei da cadeira e olhei lá para fora esta foi a imagem que vi: o céu todinho coberto de lilás. Fiquei mais feliz ainda por ter conseguido capturar a tempo a imagem. Não a editei, apenas coloquei os créditos.

As cigarras cantam e o céu vai se transformando agora em um azul quase profundo. Pelo visto amanhã teremos sol. Que bênção essa transição de cores e a felicidade em conseguir eternizar. Enquanto escrevo penso na amiga Beth/Lilás, certamente pela cor que também é uma das minhas preferidas. Então, dedico a imagem a ela e a todos os que passam por aqui, mesmo que não se façam notar.

Beijos grandes… ♥

Read Full Post »

>A mulher invisível.

>

Demorei, mas finalmente consegui assistir a este filme. Gostei bastante! Apesar de ter me arrancado boas risadas (eu sozinha no meu quarto dando algumas gargalhadas, foi mais engraçado que tudo! rs), o filme mostra o drama de um cara romântico que acredita no casamento, que ama a sua mulher, mas que por tentar fazer tudo certo acaba “sufocando” a esposa.
Ele a enxergava como mulher ideal e ela o acusava que ele não a via como realmente era. Por isso, o traiu com um estrangeiro e ficou grávida dele, abandonando o seu marido que não havia percebido o que acontecia debaixo do seu nariz.
Ele entra em depressão, se isola do mundo, até que conhece a “mulher ideal” que, na realidade, era fruto da sua imaginação. Vivendo este drama de ter ao lado uma mulher que simplesmente não existia em carne e osso, ele demora a se dar conta da sua condição.
Enquanto isso, sua vizinha que passou anos num casamento frustrado sofria com o fato do seu marido não lhe dar a mínima, se sentindo anulada pelo casamento, fica viúva de uma hora para outra.
No decorrer da trama, diversas cenas super engraçadas acontecem e… ahhhh, assiste, vai?! rs.

Não foi um dos melhores filmes que eu já vi, mas adorei assisti-lo e recomendo. O elenco é ótimo, o enredo também! Se ainda não assitiu, fica a sugestão.

Read Full Post »

>

Num post passado chamado “Vassoura atrás da porta!” acabei levantando um discussão a respeito de receber visitas em casa. A Beth e a Lu também falaram a respeito disso em seus blogs, e lendo tudo comecei a me recordar de algumas situações nada agradáveis que ocorreram com algumas pessoas próximas.

Eis alguns casos:

“A casa da minha mãe ficava sempre cheia de gente no carnaval, principalmente pelo fato dela morar no litoral. Como a casa é pequena, a hora de dormir era complicada. Teve um ano que, lembro bem, chegaram a armar uma barraca de camping no quintal para os amigos do meu primo dormirem. Pasmem que, certa noite, um desses amigos aproveitou que todos estavam fora de casa e levou uma mulher para a barraca (mulher que ele tinha conhecido na rua!). Acabou sendo pego no flagra quando algumas pessoas começaram a retornar para a casa. Foi uma confusão sem igual e quase saiu briga de chutes e pontapés. Minha mãe expulsou o cara de pau e ele nunca mais colocou os pés lá”.

“Ainda falando sobre a casa da minha mãe. Começou a se tornar um costume as pessoas irem passar finais de semana e feriadões por lá. Passavam o dia inteiro na praia enquanto a minha mãe passava o dia inteiro limpando a casa e fazendo comida. O povo chegava e encontrava tudo limpo e comida pronta. Nem lavavam sua louça suja e muito menos contribuiam para comprar o pão para o café da manhã. Abuso total! Um belo dia ela acabou com a farra. Mas se fosse comigo, a farra acabaria no primeiro dia!”

“Tenho um amigo que tem uma casa de praia muito bacana e adora receber visitas. Uma vez, estávamos passando uns dias em sua casa, e ele nos contou que certa vez convidou umas pessoas para irem para lá num feriadão. Um dos “amigos” dele achou que aquilo ali era um oba-oba e pintou e bordou na casa do cara. Ficou um clima super chato e depois disso ele seleciona muito bem seus convidados”.

“Já fui em festas e reuniões na casa de amigos, onde alguns convidados literalmente invadiam a casa da pessoa, se sentavam na sala e ligavam a televisão para assistir à novela. Enquanto a maioria estava na festa (que seria o correto), alguns se aninhavam na sala disputando o controle remoto. Além disso, outros iam para a frente do computador dos donos da casa para acessarem orkut e sites afins… Isso não é o cúmulo do absurdo?”.

“Sábado, na festa do meu afilhado, uma mulher que NÃO tinha sido convidada (vizinha) apareceu com a filha pequena… Até aí, nem tanto problema! Mas depois que a maioria dos convidados já havia ido embora, a criatura continuava sentada lá. Altas horas da noite, quando só a família estava ali ainda, a mulher contiuava sentada enquanto a filha pintava e bordava. Até o bolo que sobrou no tabuleiro ela queria levar pra casa! Fora outros absurdos que me contaram no dia seguinte, pois fui dormir minutos após cantarem o “parabéns”! Que inconveniente!”.

“No meu casamento, me lembro que uma das convidadas (que na realidade foi acompanhante de um convidado) quis levar os enfeites que alugamos para enfeitar a mesa do bolo. Como o bolo tinha 3 andares, ela achou que poderia levar o bolinho do topo para a casa. Sorte que isso foi no final da festa e só estava a minha família e tudo foi resolvido!”.

“Uma vez, minha mãe veio me visitar e trouxe uma amiga. Eu tenho dois gatos e a minha gata vira-lata se aproximou de nós. Daí a amiga da minha mãe falou: ‘Que gata mais ridícula, feia que dói!’… ahhhhhhhhhhhh, mexeu com meus bichos me deixou irada, eu respondi: ‘ridícula é você, se não gosta de gatos sai da minha casa, afinal eu não vou com a sua cara mesmo e nem te convidei aqui!’. Ela sorriu sem graça. Quer dizer, eu acabei sendo grossa, mas vocês não têm noção do jeito que ela falou do bichinho o afastando com o pé. Fala sério! Maltratar meus bichos na casa deles?”.

Fora estas, tenho mais 500 casos… Acho que vou escrever um livro! rs

E vocês? Algum caso bizarro ou situação inconveniente para contar?? rsrs

Read Full Post »

>

Começar a semana na correria já era de se esperar, afinal esta é a semana que antecede o natal.
Meu filho está em fase de provas finais e doidinho para entrar de férias.
Eu estou numa roda viva com o trabalho, agilizando os pedidos já que entrarei em recesso a partir do dia 18.

Hoje, o almoço foi literalmente “instantâneo”. Ainda preciso comprar presente para a comemoração de fim de ano da escola. Não vou conseguir ir para a academia (paguei este mês a toa!). Tenho que deixar tudo no “esquema” para a semana que vem, pois há possibilidade de viajarmos no Natal…

Tudoaomesmotempoagora!

Final de semana tem mais festa e preciso levar algo para comer… Não sei se compro, não sei se faço, não sei o que será mais prático, pois para comprar preciso sair e para fazer preciso de tempo!

Não vejo a hora da semana acabar e espero que eu consiga meu descanso merecido!!! Ufaaaa..

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »